O que é transtorno mental?
O que é dependência química?

Notícias

Saiba identificar uma pessoa com Transtorno Bipolar

05/12/2017

O termo transtorno bipolar é popularmente designado a pessoas que vivenciam variações de humor. No entanto, saber identificar os sintomas da disfunção é significativo para auxiliar na busca de tratamento.

É importante destacar que nem toda oscilação de humor é um transtorno bipolar, já que praticamente ninguém tem um humor linear, devido a fatores externos ou internos.  É normal uma pessoa acordar bem e no final do dia estar de mau humor.

Essa oscilação durante o dia não pode ser caracterizada como bipolaridade. O conceito do transtorno baseia-se na permanência de um estado de euforia ou sintomas depressivos por mais de três semanas, de forma constante.

Pessoas bipolares alternam entre períodos de bom humor, conhecido também como mania, e períodos de irritação ou depressão. Na forma mais clássica da doença, cada fase dura em torno de três a seis meses, intercalando com uma fase de normalidade.

A bipolaridade pode apresentar alguns tipos específicos de quadros clínicos:

- Transtorno Bipolar Tipo 1: a pessoa apresenta pelo menos um episódio maníaco e períodos de depressão profunda;

- Transtorno Bipolar Tipo 2: o paciente nunca apresentou episódios maníacos completos. Apresenta períodos de níveis elevados de energia e impulsividade que não são tão intensos como os da mania (hipomania), alternando com episódios de depressão;

-Ciclotimia: envolve oscilações de humor menos graves e as pessoas alternam entre hipomania e depressão leve;

As pessoas com Transtorno Bipolar II ou Ciclotimia podem ser diagnosticadas erroneamente como tendo apenas depressão.

Como dito anteriormente, o distúrbio possui duas fases: maníaca e depressiva. Os sintomas mais comuns de cada uma são parecidos entre os tipos do transtorno, mas no Tipo 1 são mais intensos do que no Tipo 2.

FASE MANÍACA

FASE DEPRESSIVA

Facilidade em distrair-se

Dificuldade em se concentrar

Autoestima muito alta (ilusão sobre si mesmo ou habilidades)

Baixa autoestima, normalmente sentindo-se inútil, sem esperança ou culpado

Aumento de energia

Fadiga ou falta de energia

Grande agitação ou irritação

Desânimo diário ou tristeza

Redução da necessidade de sono

Problemas para dormir ou excesso de sono

Capacidade de discernimento diminuída

Dificuldade de lembrar de fatos ou de tomar decisões

Pensamentos acelerados que se atropelam

Pensamentos sobre morte e suicídio

Compulsão alimentar, abuso de bebidas alcoólicas e/ou drogas

Perda de apetite e peso ou compulsão alimentar e ganho de peso

Hiperatividade e grande envolvimento em atividades

Afastamento dos amigos

Comportamento sexual com muitos parceiros

Perda de interesse nas atividades que antes eram prazerosas

Gastos excessivos

 

Pouco controle do temperamento

 

 

Quando uma pessoa apresenta qualquer tipo de sofrimento ou perda da qualidade de vida, é recomendado procurar ajuda de um profissional da área da saúde mental, independente dos sintomas apresentados. 

E-book Gratuito

Quer mais informações sobre dependência química ou transtorno mental? Cadastre-se e receba nosso e-book completo sobre o assunto.