INTERNAÇÕES 24H 11 4788-190211 4788-191511 4788-1900 INTERNAÇÕES 24H - Whatsapp 11 97605-6065 | 11 97334-9861 11 98601-3664 | 11 98601-4247 11 98791-2243 | 11 98601-3410 AGENDAMENTO DE CONSULTAS AGENDAMENTO DE CONSULTAS - 10h às 16h
11 5081-8811
11 98601-3951
SIGA-NOS
Formulário de Contato

Blog

Cerca de 63% das mães tiveram sintomas depressivos durante a pandemia

06 de julho de 2021


Ser mãe de modo geral já não é algo fácil, agora, acrescente a esse contexto uma pandemia mundial...
Somando as questões financeiras, emocionais, os relacionamentos e afazeres dentro de casa, com os filhos, vida profissional, isolamento social, o contato restrito com familiares e amigos, além de toda a situação da Covid-19, vivemos num cenário em que as mães estão exaustas e mais propensas a desenvolver transtornos psicológicos.

A verdade é que muitas mulheres ainda enfrentam um sério acúmulo de funções, talvez esse seja até o seu caso, e o momento delicado que vivemos só piorou tudo.
Diante disso, um estudo realizado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, com apoio da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, mostrou que 63% das mães tiveram sintomas depressivos durante a pandemia.

As inúmeras obrigações, muitas vezes sem períodos adequados de descanso ou lazer, contribuem para um grande desgaste emocional e podem desencadear problemas psicológicos como a depressão.

Então, para amenizar os impactos de todo esse panorama pandêmico sobre a saúde mental, a seguir algumas dicas voltadas especialmente para você que é mãe:

- É essencial, se puder, construir uma rotina estipulando horários para o início e fim das tarefas, seja trabalho, filhos, refeições, pausas, lazer, etc;

- É importante que essa organização e a execução de determinadas atividades incluam outros membros da casa;

- Reconhecer e acolher as próprias emoções, ter um tempo para si e ter seu espaço pessoal, na medida que conseguir, estabelecer momentos para se dedicar ao que gosta são medidas fundamentais;

- Inserir no dia a dia a prática de exercícios físicos, se possível, é muito válido também, eles promovem a liberação de endorfina - um dos hormônios associados à sensação de bem-estar e ao combate à depressão;

- Lembrar que estamos vivendo um momento atípico, onde ter tanta demanda torna impossível realizar tudo com a eficiência desejada, e tudo bem; tente não se culpar se algo não sair exatamente como você gostaria;

- Registrar tudo que foi feito durante seu dia e observar suas realizações e suas conquistas, e não apenas o que não foi possível ser realizado;

- Procurar o suporte de um psicólogo e/ou psiquiatra. Lidar com sentimentos e emoções em momentos de crise não é nada fácil, ainda mais quando existem dependentes, como os filhos. Então, se for preciso, busque ajuda!

 
« Voltar